Espírito Aloha

Espírito Aloha

 Vou de Canoa 

Por: Luiza Perin

 

Aqueles que já embarcaram no esporte que mais tem crescido no litoral brasileiro nos últimos tempos já devem ter escutado em algum momento a expressão “seis remadores e um espírito”. Em qualquer lugar onde há mais de dois remadores conversando é sempre possível que se ouça expressões tais como “espírito aloha” ou “espírito va’a”. 

Por se tratar de um esporte de equipe (quando praticado em canoa de seis lugares), torna-se quase óbvio o entendimento destas expressões. Mas a grande dúvida entre os adeptos não têm sido a respeito do que elas significam, mas sim de como vivenciar, na prática, o que elas representam. 

Se estamos falando de “espírito” já podemos supor que não se trata de algo tangível e que para “enxergar ou ver” é preciso mais do que olhos ou visão. É preciso sensibilidade. É sobre esta sensibilidade de que vamos falar. Aloha é uma palavra havaiana de significado abrangente que engloba os melhores sentimentos que uma pessoa pode ter, sendo o principal deles o amor. Podemos dizer, sim, que aloha é amor. Já “va’a” (com “v”) é a palavra taitiana para “canoa”. Portanto, “espírito aloha” nos remete, de maneira geral, a sentimentos de amor e “espírito va’a”, também de maneira geral, a sentimentos de união (dentro da canoa) e trabalho em equipe. 

Mas, afinal, como posso sentir o “espírito aloha” e o “espírito va’a”? Não existe um passo a passo e muito menos uma resposta correta para esta pergunta. A única dica que consigo dar é fazê-los perceber que o simples fato de nos questionarmos sobre “esse tal espírito” já nos revela remadores sensíveis a ele. Parece místico, mas o oráculo deste mistério está em nós mesmos. Se entro em uma canoa e consigo me sentir parte de um todo composto por equipe (não necessariamente de competição) e embarcação, já estou vivenciando o “espírito va’a”. Se me preocupo com o bem estar das outras cinco pessoas que compartilham comigo os momentos a bordo, já estou experimentando o “espírito aloha”. Note que o entendimento está ligado a percepção do que se vive, e não à teorização desta ideia. 

Agora, se você leu este texto até aqui e achou tudo uma bobagem, ainda falta uma longa caminhada (ou remada) nesta modalidade aliada a uma boa dose de compreensão deste esporte milenar para você descobrir este segredo. 

Canoa é esporte, estilo de vida e cultura!

 

* * *

 

 << 

 

 

Manda um Alô!
×